IV Congresso da CiberSociedade. Crise analógica, futuro digital

Conferências plenárias

Plenária destacada:

Origens, trajetória e reptos do Citilab

Desde 27-11-2009 às 08:00 até o 29-11-2009 às 08:00 (GMT+1)
Língua: Castellano
Autor:

Resumo

Nesta intervenção, Vicenç Badenes explica cuales têm sido as origens de CitiLab-Cornellà e o contexto social em que surgiu a necessidade de articular o projeto. A seguir expõe algumas das conclusões fruto dos dois anos de atividade do centro, bem como quais são seus reptos imediatos de futuro e sua relação com a necessária participação da cidadania digital nos processos de inovação tradicionalmente vinculados a universidades, empresas e centros de investigação.

Para ampliar informação sobre o contexto e a experiência do Citilab, podem também se consultar as comunicações do congresso O experimento citilab e a inovação social. O caso do citilab de Cornellà e A área de influência do citilab de Cornellà: análise da procedência de seus sócios.

Acede ao contido

Plenárias anteriores:

Open hardware: conexão entre o P2P on-line e off-line

Desde 26-11-2009 às 08:00 até o 27-11-2009 às 08:00 (GMT+1)
Língua: English
Autor:

En una economía de abundancia de ideas y escasez de recursos como la actual, el diseño industrial actualmente está a las puertas de una gran revolución gracias a las comunidades abiertas de diseñadores, que operan con una filosofía similar a la del software libre.

Tomando como ejemplo el sector automovilístico, hay iniciativas relevantes que lo muestran a nivel de diseño descentralizado y producción local, así como en la transición hacia el coche eléctrico.

Todo ello está siendo posible gracias a plataformas de intercambio de conocimiento que pueden favorecer enormemente el desarrollo de las regiones, siempre y cuando se consiga la complicidad necesaria de las administraciones, y de que seamos todos conscientes de que debemos buscar soluciones y planteamientos acordes con la sostenibilidad global.


Acede ao contido

Telecomunicaciones e Internet. ¿Hemos perdido el Norte?

Desde 25-11-2009 às 08:00 até o 26-11-2009 às 08:00 (GMT+1)
Língua: Castellano
Autor:

Con esta plenaria, Andreu Veà presenta un ambicioso plan; "Voluntarios por la Fibra" propuesta de un gran cambio ineludible: fibrear (cablear con Fibra Óptica) todo el territorio.

En el año 1998 cuando se definió la tarifa “minorista” del ADSL, se fijó en 39€ más IVA. 11 años después, en el 2009, sigue siendo el mismo precio... ¿competencia?

A día de hoy nadie discute que la Fibra hasta el hogar es el mejor sistema para tener acceso a Internet y que este pueda seguir creciendo en prestaciones durante muchos años.

En esta ponencia, Andreu Veà trata de advertir que es necesario un nuevo impulso (público-privado) par llevar la Fibra a los hogares lo antes posible, ya que llevamos 15 años de retraso. Se aborda porque Cataluña fue pionera en telecomunicaciones en los años 1920 y se proponen formas estratégicas de afrontar este reto tecnológico.


Acede ao contido

Giro cultural e digital. Dupla unificação

Desde 24-11-2009 às 08:00 até o 25-11-2009 às 08:00 (GMT+1)
Língua: Català
Autor:

Contrariamente ao clichê, na atualidade estão sendo produzidos poucos processos realmente decisivos e com consequências “omniabastadoras”. Um deles centraliza nosso cibercongresso: a imposição do digital que unifica toda una enorme quantidade de canais analógicos quer sejam de audio, visuais, etc... Outro processo de grande importância que queremos destacar e vincular à unificação digital é o denominado “giro cultural”. Este também marcará o futuro de uma maneira muito similar ao “giro” digital.

Ainda que pareçam distantes entre si, tanto o “giro cultural” como o digital representam duas grandes unificações atualmente em atividade e com muitos aspectos em comum. O digital unifica (e portanto prolonga, mas com outro formato muito integrável) toda a dispersão analógica; do mesmo modo também el giro cultural unifica a diversidade e dispersão de saberes em uma perspectiva culturalista comum.


Acede ao contido

Retos y tendencias digitales para la organización cibersocial

Desde 23-11-2009 às 08:00 até o 24-11-2009 às 08:00 (GMT+1)
Língua: Castellano
Autor:

Francis Pisani hace un repaso transversal al uso de las tecnologías, desde las organizaciones de diverso tipo, pasando por la política hasta la educación. Constata la pemanencia de lo analógico en contraste a la posibilidad de enriquecerlo con la capa de lo digital, donde la web es el mundo en tanto que se interconecta con éste en un futuro que como tal ya no es, sino que es presente en constante transformación y evolución.

Pisani analiza cómo esta dimensión digital está tocando y transformando sectores más profundos, donde los retos que surgen son cómo gestionar y aprovechar la inteligencia colectiva. En ese sentido, destacaría la irrupción de las tecnologías en la vida y la actividad política, tomado el caso de Obama y las redes sociales como fenómeno paradigmático.


Acede ao contido

Crise analógica, futuro digital

Desde 22-11-2009 às 08:00 até o 23-11-2009 às 08:00 (GMT+1)
Língua: Castellano
Autor:

As distâncias exigiram a necessidade de comunicação e intercambio de todo tipo de informação entre pessoas que se encontram em diferentes lugares do mundo. Esta comunicação foi possível graças ao desenvolvimento das telecomunicações que a princípio se realizou de maneira analógica, ou seja, modulando a informação: “envolvida em pacotes” chamados frequências ou amplitude (frequência modulada ou amplitude modulada), e transmitida por meios guiados, como cabos, guias de onda ou por meios não guiados, como o ar.

O envio e recepção de informação se faz cada vez mais exigente, reivindicando uma melhor qualidade (sem perda de informação, sem atrasos, que a informação chegue na mesma ordem (sem Jitter), sem ruídos que mudem o sentido da informação), além de transmitir cada vez maior quantidade de informação. Um passo para alcançar estes objetivos se dá com a digitalização que possibilita outras alternativas, além das citadas, tais como a utilização eficiente dos recursos de telecomunicações, a interatividade e a convergência. (1)


Acede ao contido

Novos modelos de gestão nas organizações

Desde 21-11-2009 às 08:00 até o 22-11-2009 às 08:00 (GMT+1)
Língua: Castellano
Autor:

Genís Roca, com a experiência de Roca Salvatella, destaca os pontos mais relevantes a levar em conta pelas empresas com o uso e aproveitamento das TIC e com a mudança de modelo.  O desenvolvimento da rede e a chamada Web 2.0 estão mostrando novos modelos de gestão aplicáveis às empresas, tanto em sua relação com os mercados como na gestão do conhecimento interno. Como as organizações podem integrar estas mudanças em sua estratégia, em sua organização e em sua cultura.
Desde a construção da marca, a relação com o cliente, aproveitar qualquer canal que está a sua disposição para o desenvolvimento de seus objetivos.


Acede ao contido

Os desafios da propriedade intelectual

Desde 20-11-2009 às 08:00 até o 21-11-2009 às 08:00 (GMT+1)
Língua: Català
Autor:

Já faz tempo que mudei meu âmbito de trabalho e passei do entorno científico ao jurídico. A investigação de uma ferramenta legal para gestionar os direitos de propriedade intelectual de uma maneira mais flexível me fizeram entrar neste mundo, que até alguns anos atrás, estava restrito a um número reduzido de advogados e juristas.

Atualmente, a propriedade intelectual é um tema do qual todo mundo fala. As descargas na rede e o canon digital enchem páginas e páginas dos meios de comunicação e todas as partes opinam, desde os titulares de direitos dos cidadãos passando por cargos públicos que mudam seu discurso ao ser elegidos.


Acede ao contido

Implicações políticas dos Social Media: reflexões sobre possíveis impactos da Internet no futuro

Desde 19-11-2009 às 08:00 até o 20-11-2009 às 08:00 (GMT+1)
Língua: English
Autor:

A eurodeputada do Partido Pirata sueco explica como seu partido em Suécia se baseou no domínio da esfera blogueira y outras redes sociais desse país durante as últimas eleições européias . Além de analisar o cenário de crescimento do partido, Amelia comenta o futuro da cibersociedade no âmbito europeu, onde a revolução digital poderia implicar a participação direta da cidadania nas decisões políticas e, a largo prazo, a dissolução dos estados nação com base em uma maior interconexão entre cidadãos para além dos limites geográficos.

Também explica como em um futuro a curto prazo, através de Internet, não só se produzirão revoluções no âmbito político, como também grandes mudanças na arte colaborativa, como inovações desde outros lugares do mundo como África, por exemplo, onde a telefonia móvel está também permitindo una maior participação cidadã.


Acede ao contido

Contexto, experiência e conclusões do Free Culture Forum

Desde 18-11-2009 às 08:00 até o 19-11-2009 às 08:00 (GMT+1)
Língua: Castellano
Autor:

Uma coligação inclusiva proveniente de mais de 20 países de milhares de cidadãos/ãs, usuários/as, consumidores/as, organizações, artistas, hackers, membros do movimento de cultura livre, economistas, advogados/as, professores/as, estudantes, investigadores/as, científicos/as, criadores/as... se uniram para defender e por em prática os direitos da cidadania e os e as artistas na era digital.

A ação começou com a celebração do Primer Foro Internacional de cultura y acceso al conocimiento (de 29 de Outubro a 1 de Novembro de 2009) e continua com a difusão da Carta del foro de cultura de Barcelona por la innovación, la creatividad y el acceso al conocimiento.

Nesta apresentação Mayo Fuster Morell reflete sobre o porque do Foro de la Cultura Libre, as diferentes trajetórias e visões continentais sobre a cultura livre e as diversas subjetividades (desde artistas a investigadores passando por hackers...), assim como a metodologia de transversalidade (criando um diálogo entre questões legais, econômicas, de infraestrutura técnica, em matéria de educação e por último, a lógica organizativa e implicações políticas da cultura livre) e ação do Foro. Além disso, a apresentação introduz os diversos materiais que foram produzidos no Foro (vídeos, documentos por temas, Carta comum, entre outros).

Carta para la innovación, la creatividad y el acceso al conocimiento


Acede ao contido

As perversidades de uma crise: sobreviverá a cultura digital?

Desde 14-11-2009 às 08:00 até o 17-11-2009 às 08:00 (GMT+1)
Língua: Castellano
Autor:

A recente crise colocou em questão boa parte dos paradigmas econômicos e sociais sobre os quais se desenvolveram as sociedades ocidentais nas últimas décadas. O que ainda não se sabe é se esse é um efeito profundo que gera transformações reais ou simplesmente o resultado de um alarme momentâneo que se desativará logo que a situação comece a melhorar.

Em paralelo ao desenvolvimento do modelo social, econômico e político que desembocou na atual crise, a revolução sociotécnica provocada pelo desenvolvimento das tecnologias de informação e de comunicação facilitou o surgimento de novos modelos de organização, social e empresarial, e de produção de conhecimento, baseados na colaboração e no acesso aberto. Estes modelos entram em conflito em muitas ocasiões com as estruturas próprias do mundo analógico e parecem marcar um paradigma social e econômico alternativo.


Acede ao contido

The Sense of Dissonance: Accounts of Worth in Economic Life

Desde 13-11-2009 às 17:30 até o 16-11-2009 às 23:59 (GMT+1)
Língua: English
Autor:

Os organizadores do Congresso da CiberSociedade 2009 me pediram que enviasse a comunicação "Permanently Beta" (em co-autoría com Gina Neff), e que fizesse alguns comentários adicionais. Já faz alguns anos que esse documento foi escrito, mas as idéias continuam sendo convincentes para mim - tanto que deram origem ao capítulo final ( "Reprise") do meu livro recente, The Sense of Dissonance. Os temas do livro estão voltados para a inovação, a qual considero como uma forma peculiar de busca - um processo aberto, quando não sabemos o que estamos buscando, mas é fácil de reconhecer quando encontramos. Esta seção para concluir surge dos meus estudos etnográficos das configurações específicas de organização para refletir sobre os grandes temas que aparecem quando as funções permanentemente beta são geradas em uma sociedade permanentemente beta.

(Spanish PDF Version)


Acede ao contido